Informação profissional para a indústria alimentar portuguesa

Projeto ARTFISH: há uma grande variação nas capturas na costa centro-norte em termos de diversidade

iAlimentar21/12/2021
foto
Este projeto, em desenvolvimento desde 2018, visa promover a gestão sustentável dos recursos pesqueiros, através da caraterização das operações de pesca artesanal local, no que concerne às redes de emalhar e tresmalhe na costa centro-norte portuguesa. Os resultados divulgados são fruto das informações recolhidas durante as safras de 2019 a 2021.
O ARTIFISH foi desenvolvido no âmbito do UC MAR, um projeto de transferência de conhecimento produzido na Universidade de Coimbra para a Economia do Mar, como demonstração da capacidade da UC na qualificação das atividades económicas associadas ao setor, através da criação de novos produtos e serviços resultantes de atividades de investigação e desenvolvimento.

Conclusões

  • Há uma grande variação nas capturas na costa centro-norte em termos de diversidade e de capturas.
  • A atividade pesqueira incide entre a primavera e outono.
  • Baixa incidência de capturas acessórias e de indivíduos subdimensionados.
  • Principais espécies capturas de elevado valor comercial.
  • Projeto fomentou contacto direto com os pescadores e associações de pesca e a transferência de conhecimento entre ambas as partes.

Medidas de gestão e sustentabilidade

Malha de rede

A malhagem utilizada já é adequada às principais espécies-alvo.

Medidas a implementar:

  • Controlo de malhagens a bordo e em terra.
  • Impedir que novas redes sejam levadas para bordo.

Janelas temporais de pesca

Adequar o tempo de atividade das artes de pesca às espécies capturadas e ao seu ciclo de vida.

Tempo máximo de calagem: 24 horas.

Exceção - redes malha ≥ 100 mm em profundidades superioresa 300 m - 72 horas.

Medidas a implementar

  • Medida adequada já implementada.
  • As condições do mar no inverno criam uma janela temporal de “defeso”, que coincide com a reprodução de muitas espécies.
foto

Controlo do esforço de pesca

Medidas a implementar:

  • Implementação de sistemas de controlo com base em inquéritos/diários de atividade.
  • Análise detalhada de dados de desembarques em lota.

Controlo dos movimentos

Utilização de novas tecnologias, VMS, radar, imagens de satélite.

Medidas a implementar:

  • Recolha de dados de dias no mar, trajetos, capturas.
  • A grande maioria das embarcações de pesca local não dispõe desta tecnologia.

Observadores a bordo

Medidas a implementar:

  • Controlo em tempo real das operações, cumprimento de regras (malhas, artes, distâncias, interações com outras espécies).

Gestão participativa

Medidas a implementar:

  • Inclusão dos intervenientes na gestão dos recursos – pescadores, armadores, empresas pescado e transformação, decisores/gestores. Há casos de sucesso em todo o mundo.

Pescas específicas

Pesca da raia curva (Raja undulata) – projeto piloto em curso, direcionado para a zona centro-norte.

Medidas a implementar:

  • Melhor adequação na implementação, nomeadamente no que diz respeito ao reporte das capturas ser feito pelo local de pesca e não pelo porto de registo.
foto
Projeto foi apresentado a 13 de dezembro, no Museu da Ciência da Universidade de Coimbra.

Dados do projeto

Financiamento:

  • Projeto UC Mar – Transferência de tecnologia e conhecimento produzida na Universidade de Coimbra para a economia do Mar (MAR-01.03.01-FEAMP-0032). Marine Research Lab – Centre for Functional Ecology – University of Coimbra

Colaboração:

  • DGRM (Direcção Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Maritimos).
  • IPMA (Instituto Português do Mar e da Atmosfera)
  • FigPesca
  • Associação Mútua de Pescadores Armadores de Angeiras
  • Pescadores.
LFA

Subscrever gratuitamente a Newsletter semanal - Ver exemplo

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

Responsable: Interempresas Media, S.L.U. Finalidades: Assinatura da(s) nossa(s) newsletter(s). Gerenciamento de contas de usuários. Envio de e-mails relacionados a ele ou relacionados a interesses semelhantes ou associados.Conservação: durante o relacionamento com você, ou enquanto for necessário para realizar os propósitos especificados. Atribuição: Os dados podem ser transferidos para outras empresas do grupo por motivos de gestão interna. Derechos: Acceso, rectificación, oposición, supresión, portabilidad, limitación del tratatamiento y decisiones automatizadas: entre em contato com nosso DPO. Si considera que el tratamiento no se ajusta a la normativa vigente, puede presentar reclamación ante la AEPD. Mais informação: Política de Proteção de Dados

www.ialimentar.pt

iAlimentar - Informação profissional para a indústria alimentar portuguesa

Estatuto Editorial